Como manter o foco e a concentração em quadra

Ganhar uma partida obviamente é o foco de todos os atletas profissionais. No entanto, essa pressão pela vitória pode ser tão grande, que o tenista pode não conseguir manter o foco durante a partida, fazendo com que ele não consiga pensar em seus movimentos e cometa erros bobos que vão coloca-lo ainda mais longe do sucesso.

Essa pressão distrai os jogadores do momento presente e são uma grande fonte de estresse para todos os tenistas. Seja um atleta júnior preocupado em não desapontar seus pais em seus primeiros torneios ou um tenista Top 10 que carrega toda a expectativa uma legião de fãs e de haters que torcem respectivamente pelo seu sucesso e fracasso.



É claro, quando você ganha uma partida, você consegue um “boost” de confiança. A vitória valida o seu trabalho duro e a sua dedicação. Mas é preciso entender que nem todos podem sair vencedores de uma competição. Lembre-se: em um torneio de 32 jogadores, 31 são eliminados.

Algumas pessoas não reagem bem as derrotas, o que normalmente derruba a autoconfiança. Esse sentimento pode ser carregado para a próxima competição, pode afetar os treinamentos e a cada erro ou derrota vai alimentando ainda mais a frustração e a motivação do atleta.

Vimos recentemente a estrela japonesa Naomi Osaka, no auge de sua carreira sofrendo com transtornos de depressão. A antiga número 1 do mundo e vencedora de 4 Grand Slams caiu no choro durante a coletiva após a derrota para Leylah Fernandez na terceira rodada do US Open. Na entrevista, a atleta nipônica chegou a confessar que quando perde partidas se sente muito triste, porém quando ganha não fica feliz e a sensação é apenas de alívio por não ter perdido.



Portanto, se até os melhores atletas do mundo passam por problemas, você também precisa se preparar, cuidando não só do seu lado físico, mas também trabalhando o seu lado mental.

Acredite todos nós passamos por isso. Aquele momento decisivo em que você ouve uma voz dentro da cabeça falando que sua performance está muito ruim ou como você é um péssimo jogador e precisa desistir.

O tênis competitivo pode definitivamente trazer o melhor das emoções, no entanto ele também pode trazer a pior delas da mesma maneira. Alguns jogadores deixam isso prevalecer em fúria na quadra, outros tentam esconder e fingir que não existe, mas o melhor que você pode fazer é enfrentar esses fantasmas.

Existirão dias em que tudo parece ruim e que será muito difícil se concentrar. Como fazer o melhor para se manter focado? Aqui vão algumas dicas para evitar pensamentos negativos e se manter concentrado no jogo à sua frente.


https://image-cdn.essentiallysports.com/wp-content/uploads/20210216174752/2021-02-16T121252Z_1786109304_UP1EH2G0XXGNW_RTRMADP_3_TENNIS-AUSOPEN.jpg?width=900

Respiração:

Respirar é o que chamamos de ação involuntária, o que significa que fazemos isso sem ter que pensar sobre ou nos preocupar. Isso até percebermos a influencia que a respiração pode desempenhar em nossa performance.

Aprender a respirar de maneira otimizada é fundamental para auxiliar na:

  • Recuperação entre pontos e sets
  • Produção de energia (já que o  sistema de energia aeróbica depende da absorção de oxigênio)
  • Resistência (ter a capacidade de se recuperar mais rápido na quadra)
  • Concentração (usando técnicas de respiração para manter o foco)

Pode parecer que não, mas a respiração possui tanta técnica quanto um topspin na forehand. O ideal é que você respire profundamente, começando ao final de cada ponto e respirando mais algumas vezes antes de sacar. Outra técnica de relaxamento é fazer lentamente três ciclos completos (inspirar e expirar) de respiração profunda para ajudar a eliminar a tensão corporal).

Tente praticar com distrações:

Não importa o nível de tênis competitivo que você participa, sempre haverá a presença de alguma distração que poderá te prejudicar. Se você possui problemas para conseguir ignorar essas distrações e se manter focado no jogo, tente construir essa habilidade durante os treinamentos.

Separe um tempo para treinar o seu foco e recriar diferentes tipos de distração enquanto joga. A melhor maneira de saber como ultrapassar essa barreira é se colocar nessa situação repetidamente até que você domine uma solução.

Mantenha seu espaço e concentre-se no presente:

Se você estiver com muita coisa na cabeça, isso definitivamente irá afetar suas emoções durante a partida. Tente se desligar do restante do mundo antes de suas partidas. O ideal seria deixar de lado qualquer problema que possa te atrapalhar. Então evite internet, celulares, TV, trabalhos ou qualquer conversa difícil que possa prejudicar a sua concentração antes de jogar.

Pensar no passado e no futuro, normalmente são grandes “ladrões” do seu foco. É muito fácil se perder em pensamentos negativos lembrando de erros de outras partidas ou de situações em que você poderia ter lidado melhor. Isso é a mesma coisa com o futuro, ao pensar em como seria a melhor maneira de lidar com uma situação específica.

Esqueça esses momentos durante a partida. Mantenha-se no presente! Você não pode mudar os erros cometidos no passado, mas pode aprender com eles e deixa-los para trás. Você também não pode controlar o que irá acontecer no futuro, mas se você se mantiver focado no ponto que está sendo disputado, existe uma grande chance disso impactar positivamente no seu jogo. Lembre-se! Um ponto de cada vez!

Not Yoga, Not Psychologists" - Rafael Nadal Denies Mental Training Practice  - EssentiallySports

Aprenda a perder:

Deixe para trás a falsa imagem de que você pode fazer tudo ser perfeito. Se você perder, não deixe isso te desencorajar ou te deixar irritado. O nosso esporte é um jogo de muitas derrotas. Como falamos acima, em todos os torneios existe apenas um vencedor para dezenas de derrotados. Essa é a realidade.

Portanto, aprenda a lidar com resultados inesperados e tire essas situações como aprendizado para melhorar o seu jogo. Uma lição muito importante é que a derrota não precisa ser uma experiência negativa. Na verdade, ela só se transforma nisso se você a permitir.

Lidar com desafios é algo que está entranhado no dia a dia dos atletas. Você lidará com saques errados durante os treinos, com problemas de viagens, de inscrições, talvez de patrocínios, e é claro, com derrotas nas competições. São situações muito diferentes, mas a abordagem deve ser sempre a mesma: Aprender com isso, construir experiência e seguir em frente.

Agora você possui algumas ferramentas para trabalhar na construção desse foco de forma efetiva. Então, na próxima vez que o seu adversário avançar para a próxima rodada, não se preocupe e utilize como oportunidade para realmente melhorar como jogador.

Até a próxima, pessoal!

You might also like
Tags: , , , , , , , , ,

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
× Como posso te ajudar?