Porque os tenistas batem nos calçados com as raquetes?

Para aqueles que estão acostumados a acompanhar pela televisão as dezenas de partidas das principais competições de tênis pelo mundo, já devem ter percebido um ato em comum na maioria delas, seja entre os atletas mais consagrados ou em partidas com jogadores menos conhecidos. Estamos falando daquele momento em que o jogador bate com a raquete na sola dos calçados.

A princípio essa atitude pode passar despercebida aos olhares mais desatentos, mas se você é curioso como eu, já deve ter pensado alguma vez “Por que raios eles batem com a raquete no tênis?“. Em um primeiro momento isso pode parecer bastante estranho e parecer que é apenas um ato supersticioso como todos os outros.

Se você joga ou acompanha o tênis, sabe que existem muitos rituais que são realizados quando se está em quadra. Isso inclui amarrar os cadarços sempre de uma determinada maneira, quicar a bola de uma mesma forma antes de sacar, ajeitar o cabelo atrás da orelha ou os shorts na virilha e também bater com a raquete nos calçados. No entanto, existem mais motivos para essa atitude específica e ela tem sim seu fundamento.



Então, você pergunta: “Mas se então não é apenas superstição, porque os tenistas batem com a raquete no calçado?

A principal razão para eles fazerem isso é para remover qualquer tipo de resquício de material da superfície da quadra que tenha ficado preso e está acumulando na sola do calçado. Dependendo da quadra, nossos calçados podem ir acumulando pedaços de grama ou areia do saibro e isso interfere diretamente na capacidade de atrito e estabilidade ao se mover e jogar em quadra. Portanto essa ação, tem como objetivo limpar o solado e permite que os nossos sapatos tenham o melhor desempenho possível nessas superfícies.

No entanto, além desse objetivo principal, também existem outras razões para essa ação e por isso vamos listar todas elas neste artigo de forma que você possa decidir se você também irá aderir a essa prática.

1) Para limpar o solado do calçado;

Quando se está jogando uma partida de tênis em uma quadra de saibro ou de grama, você pode acabar ficando com resíduos desses materiais presos na sola do sapato. Ter pedaços de grama, areia, pedras ou sujeira presos em seu calçado irá dificultar o seu jogo e pode significa que talvez você não esteja com uma pegada tão firme com os pés ou ansioso demais para deslizar no saibro.

Como consequência disso, ter qualquer coisa presa no sapato fará com que ele fique mais pesado e você não se movimentará de maneira rápida como normalmente faria. Além disso, ele também perderá a tração com a superfície. E como o tênis é um esporte muito dinâmico e veloz, que exige que você corra e faça mudanças bruscas de direção, ter a melhor tração e aderência é fundamental. Caso contrário, sua jogabilidade sofrerá e você pode correr até o risco de escorregar, cair e se lesionar.

Portanto, ao bater com a raquete no sapato, os jogadores retiram e eliminam a sujeira acumulada nas solas, mantendo os mesmos o mais leves possível. Então, se você perceber que na sua sola têm algum pedaço de areia, terra, pedra ou grama presa, não hesite em dar uma pancadinha com a sua raquete, pois fará uma diferença gigantesca em sua movimentação.

  • Cabe ressaltar aqui que um bom par de calçados é fundamental para a prática do tênis. Além de garantir conforto ao seus pés, também é imprescindível para manter sua aderência, estabilidade e garantir uma movimentação fluída e veloz em quadra. Caso você não possua um par de sapatos específico ou quer atualizar seu equipamento, vamos deixar esse artigo do nosso blog com três excelentes opções de calçados que abordamos em nosso Comparativo Asics: Court FF2 x Gel Resolution 8 x Solution Speed FF 2.
WATCH: Novak Djokovic smashes racket, then throws racket at ball, then  gives another racket away - Tennis365

2) Apenas um hábito ou ritual;

Como mencionamos acima, muitos tenistas inclusive os mais famosos profissionais possuem rituais que são sagradamente realizados em quadra. Como não citar por exemplo as superstições de Rafael Nadal, Roger Federer, Serena Williams ou Maria Sharapova?

Como essa prática de bater com a raquete nos sapatos é realmente uma necessidade quando se está jogando em uma quadra de grama ou saibro, essa ação acaba se tornando um hábito. E os hábitos geralmente possuem a tendência de permanecerem mesmo quando não precisamos deles, certo?

Tente por exemplo ficar atento quando estiver assistindo uma partida realizada em quadra dura, pois certamente você assistirá algum tenista batendo no calçado mesmo em uma superfície que não proporciona nenhuma chance de algum material ou sujeira possa ficar preso na sola do sapato. Isso significa que para esse jogador, esse ato se tornou um ritual tão instintivo e inconsciente que ele nem percebe que o está realizando.

E isso não é exatamente um problema ou algo negativo, contanto que isso não atrapalhe a sua concentração ou ofusque o seu trabalho e objetivo em quadra: vencer. Manter uma rotina de rituais pode ser bom se eles estiverem lá para ajudá-lo a se concentrar e te manter se sentindo positivo. No entanto, se esse ato se transformar em uma ação repetitiva obsessiva ou e algum sinal de ansiedade que irá te prejudicar, o melhor caminho é cortar essa atitude pela raiz.

3) Como forma de descontar a raiva e a frustração;

O tênis é antes de tudo um esporte extremamente competitivo. E em um jogo de tantos desafios é bastante normal ficar com raiva e muita frustração com os erros cometidos durante as partidas. Quando se está jogando é normal que se tenha muitas expectativas, mas em certas ocasiões quando se comete uma sequência de erros não-forçados como acertar a bola na rede ou cometer uma dupla falta pode ser um desafio superar a frustração e a decepção consigo mesmo.

Por isso é tão comum que frequentemente vemos tenistas do mais alto escalão destruindo suas raquetes como forma de desabafar a raiva em quadra. Isso não é exatamente um grande problema se você souber como e onde exatamente descontar sua fúria e suas lamentações.

Mas se essa raiva crescer descontroladamente e superar sua concentração, seu rendimento em quadra irá decair rapidamente. Para evitar uma proporção maior dessa frustração, alguns jogadores costumam dar algumas pancadas do tênis para tentar liberar esse sentimento e voltar a concentrar no que é mais importante, o seu jogo.

Todos sabemos que a parte mental é uma das mais importantes para o tenista, especialmente em atletas profissionais e se manter calmo, focado e determinado é fundamental para manter seu plano de jogo e alcançar seus objetivos.

Portanto, o mais importante é ser capaz de superar a raiva e voltar ao jogo. Não deixe a frustração ser maior do que a sua vontade de vencer e em vez de destruir sua raquete, respire fundo, concentre-se e se recomponha. Se umas batidinhas no tênis farão você se sentir melhor e mais calmo faça isso. Mas se isso se tornar algo recorrente em todos os pontos e não estiver ajudando, pare imediatamente e encontre outra forma de se concentrar.

Australian Open 2021: Novak Djokovic loses his temper and smashes racket in  quarter-final match | Daily Mail Online

4) Para manter o foco e a concentração;

Seguindo falando sobre o lado mental do jogo, em uma partida de tênis pode ser difícil manter o foco e a concentração, afinal com tanta informação acontecendo é normal se perder em frustrações e desvios de atenção enquanto se corre de um lado para ou outro na quadra tentando evitar o ponto do adversário.

Sabemos que é fundamental para os atletas profissionais manterem suas capacidades de concentração em alta de forma que consigam suprimir influencias externas e mantenham seu foco única e exclusivamente na bola e em seu adversário. Estar perdendo por uma larga margem é realmente estressante, mas enquanto a partida estiver rolando é possível aplicar a virada e para isso acontecer é extremamente importante manter-se focado.

Por isso, com o tempo muitos atletas acabam desenvolvendo algum tipo de método ou estratégia — assim como os rituais — com o objetivo de se desligar do restante do mundo para alcançar a frequência e a mentalidade correta antes e durante suas partidas.

Seja um movimento específico, como um quique da bola, uma ajeitada na vestimenta, uma respiração profunda ou um a batidinha da raquete no calçado, se o jogador conseguir de alguma maneira que essas ações o ajudem a recuperar o foco, isso vale o investimento.

Frustração em pequenas doses é bom para mantê-lo motivado a desafiar seus limites. Já a raiva, contanto que você tenha um plano para aliviá-la e se sentir mais confortável, também não é um problema. O importante é evitar que esses dois sentimentos ultrapassem a barreira da sua concentração e prejudiquem a sua performance.

*Se estiver com problemas nessa parte do seu jogo recomendamos a leitura do nosso artigo Como manter o foco e a concentração em quadra com algumas dicas valiosas para aperfeiçoar o seu rendimento!

U.S. Open — Serena Williams Beats Andrea Hlavackova, 6-0, 6-0 - The New  York Times

Conclusão:

Se antes você não fazia ideia do porque os tenistas batem nos calçados com as raquetes, esperamos que este artigo tenha lhe dado alguma luz sobre isso. Da próxima vez que você estiver assistindo às grandes estrelas do circuito profissional de tênis na TV e os vir batendo em seus sapatos, você já vai ter uma ideia melhor do que está passando em suas cabeças.

Agora você conseguirá distinguir melhor se o atleta está tentando se livrar e liberar a frustração quando as coisas não estão acontecendo do jeito que se esperava, replicando um hábito comum que se tornou inconsciente, se é um esforço para se recompor e recuperar o foco e a atenção na partida ou de fato, ele está apenas retirando a sujeira acumulada de seu tênis.

Mas e para você? Qual é o seu motivo? Gostou de ficar sabendo mais sobre essa curiosidade? Conta pra gente nos comentários do post ou em nossas redes sociais.

Até a próxima, pessoal!

You might also like
Tags: , , , , , , , , , , , ,

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
× Como posso te ajudar?