Previsões da Temporada 2022 – Casa do Tenista

O ano de 2022 pode ser especial para o tênis de diferentes maneiras. Em primeiro lugar, todos torcemos para que o mundo consiga se livrar da pandemia do coronavírus e possamos novamente voltar aos períodos menos estressantes do convívio dessa doença que tanto prejudicou a todos.

Para o tênis, superar os problemas trazidos pela COVID-19 significaria um calendário organizado com maior antecedência, menos espera por atualizações e o fim dos cancelamentos de participações de atletas ou até mesmo de torneios inteiros.

Mas focando na parte que mais apreciamos, as competições e os duelos em quadra prometem muita coisa em 2022. Esse pode ser o primeiro ano em que a nova geração ou Next-Gen, pode assumir de fato o controle. Vimos isso em 2021, no tênis feminino com as novas atletas se solidificando no circuito WTA e conseguindo conquistar os Grand Slams como Ash Barty vencendo seu 2º título e Barbora Krejčíková e Emma Raducanu levantando o troféu pela primeira vez em suas jovens carreiras.



E agora, provavelmente veremos o mesmo com os homens. Dos três gigantescos nomes do tênis, apenas Novak Djokovic parece em forma para competir por títulos nos principais torneios da bola amarela. É claro, Rafael Nadal será sempre o “Rei do Saibro” e se estiver bem, tem tudo para conquistar mais um título em Roland Garros, mas parece improvável que Rafa consiga algo parecido nos outros três grandes palcos do tênis.

Isso tudo, significa que o mundo do tênis será bem diferente do que conhecemos nas últimas duas décadas. Daniil Medvedev conseguiu o feito de ser o primeiro dos jovens tenistas a conquistar um Grand Slam ao vencer o US Open e ele surge como o principal adversário de Nole em 2022, mas não podemos esquecer de outros grandes jovens como Alexander Zverev, Stefanos Tsitsipas, Andrey Rublev, Matteo Berrettini, Casper Ruud, dentre outros…

Toda essa expectativa leva a muita ansiedade para que o circuito deste ano comece e também gera muitas discussões sobre como será a temporada. Pensando nisso, nós da Casa do Tenista resolvemos entrar na brincadeira e resolvemos fazer a previsão dos vencedores dos Grand Slams da temporada de 2022 do circuito profissional de tênis.

Primeiro, vamos falar de maneira geral sobre os favoritos dos torneios e no fim do texto temos uma tabela com as apostas da nossa equipe de quem eles acreditam que serão os vencedores de cada um dos majors desse ano, como se fosse um bolão.

Quem vencerá os torneios de Grand Slam de 2022?

Australian Open

Fazer a previsão do vencedor do Australian Open se tornou uma tarefa não tão difícil devido ao domínio de Novak Djokovic nos últimos anos. No entanto, vivemos tempos diferentes devido ao coronavírus e nos últimos meses temos visto uma verdadeira novela protagonizada pelo sérvio, o governo australiano e a organização da competição.

Isso porque o número 1 do mundo ainda não confirmou se recebeu as doses de vacina contra COVID-19 e tem se mostrado relutante em apresentar o comprovante de vacinação – documento necessário para entrar no país e consequentemente conseguir atuar no torneio. Nesta semana, o tenista afirmou em suas redes que o governo local havia lhe concedido uma “exceção” para jogar o primeiro grande torneio de 2022 sem apresentar o comprovante vacinal, no entanto o primeiro ministro australiano contestou essa possibilidade e afirmou que se Nole não comprovar um motivo plausível para essa “permissão”, ele será barrado no país.


Medvedev recalls long-ago practice session with Djokovic - Chinadaily.com.cn

Entre idas e vindas e sem termos certeza da participação de Djokovic e também de Stefanos Tsitsipas que segue com incômodo no ombro, nossa previsão contará com duas possibilidades. Caso Novak participe da competição, não temos dúvidas de que ele é o franco favorito e a nossa aposta oficial para se sagrar pela décima vez campeão do Australian Open.

Caso Djokovic seja impossibilitado de participar do evento, nossa aposta vai para Daniil Medvedev. No ano passado o russo esteve próximo da conquista, sendo o vice-campeão do torneio sendo derrotado justamente pelo sérvio. Depois de um final de ano em ótima fase e da excelente conquista do US Open, Daniil tem tudo para começar o ano da melhor maneira possível conquistando seu segundo título de Grand Slam.

No circuito da WTA, nossa convicção vai para Ashleigh Barty. A número um do mundo é a dona da casa e contará com a torcida de seus conterrâneos para tentar vencer pela primeira vez o torneio. Em 2021 ela se manteve no topo, conquistou seu 2º major em Wimbledon e parece determinada em conquistar o Aberto da Austrália.

Ano passado vimos muitas surpresas e qualquer competidora entre as 100 primeiras colocadas do ranking podem surpreender e lutar pelo troféu, mas estamos confiantes de que Barty tem pela frente sua melhor chance de sorrir em Melbourne.


Ash Barty defeats Karolína Plíšková in three-set Wimbledon women's final -  ABC News

Roland Garros

Quando falamos da competição de Paris, é outra que nos acostumamos a ver o mesmo vencedor e a questão que rodeava o torneio era sempre “Será possível alguém desafiar a hegemonia de Nadal?”. No ano passado, em um embate histórico e memorável, Novak Djokovic conseguiu este feito. E depois dessa edição do French Open, Rafa não conseguiu recuperar a forma física e as atuações habituais.

No entanto, depois de muitos meses de recuperação, a nossa expectativa é de que o espanhol consiga aumentar seu recorde com o décimo quarto título do torneio de saibro. É claro, o cenário mudou muito nesse último ano.

Nadal tem sofrido com lesões e os tenistas da nova geração estão cada vez mais preparados e prontos para desafia-lo pelo título. Tsitsipas foi à sua primeira final de Major em 2021, Carlos Alcaraz ainda é muito jovem, mas se transforma em um leão dentro de quadra e até mesmo Casper Ruud teve um final de ano ótimo e pode surpreender.

Mesmo assim, continuamos acreditando que Rafael Nadal será o vencedor entre os homens em Paris.


Rafael Nadal: veja as melhores jogadas do espanhol na temporada · Revista  TÊNIS

Já no lado feminino, há anos tem sido extremamente desafiador tentar descobrir quem sairá com o título do Aberto da França. Desde 2016, a competição tem tido vencedoras estreantes. A começar por Garbiñe Muguruza, depois Jeļena Ostapenko em 2017, Simona Halep em 2018, Ash Barty em 2019, Iga Świątek em 2020 e no ano passado foi a vez da tcheca Barbora Krejčíková.

Tudo isso mostra o quão disputado é o torneio feminino e também que qualquer atleta tem amplas chances de conquistar o troféu. Mas já que nos comprometemos em apostar em uma vencedora, vamos quebrar essa sequência e apostar no segundo título de Garbiñe Muguruza.

A espanhola teve um final de ano de retomada do seu melhor tênis e de seu aproveitamento, retornando ao top 10 da WTA, conquistando o título do WTA Finals e encerrando 2021 na 3ª posição do ranking mundial. Com isso, apostamos que este seja o ano para que ela volte a brigar por títulos de Grand Slams e consiga adicionar mais essa conquista à carreira.


Vídeo: Muguruza conquista o WTA Finals de Guadalajara · Revista TÊNIS

Wimbledon

O prestigiado torneio na grama é conhecido por favorecer os atletas mais experientes. Sem muitas surpresas, imaginamos que Roger Federer deverá pular a temporada no saibro justamente para se preparar para o evento em Londres. Torcemos muito para que o maestro suíço consiga retornar para um “Last Dance” da melhor maneira possível, mas cada vez mais é inevitável de que será difícil voltar a ver Federer recuperar o auge de sua forma física.

Portanto, sem grandes surpresas, para Wimbledon a nossa aposta vai para Djokovic. Existem bons nomes como Hubert Hurkacz, e Matteo Berrettini, finalista da edição de 2021, mas acreditamos que o sérvio não terá grandes dificuldades de alcançar a final e conquistar a competição novamente.


Djokovic vence Wimbledon e iguala recorde de Federer e Nadal

Outra grande dúvida será a presença de Serena Williams. Na edição de 2021, a norte-americana precisou abandonar o torneio por conta de uma lesão ainda na primeira rodada e até o momento ainda não retornou às quadras. Também torcemos para que ela consiga se recuperar para voltar a disputar o título, mas enquanto não temos essa certeza, vamos fazer uma aposta mais ousada.

Vamos arriscar na vitória da bielorussa, Aryna Sabalenka. A atual número 2 do mundo foi semifinalista do torneio em 2021 – também alcançou essa posição no US Open -, é jovem (23 anos), tem bastante potencial e também possui todas as ferramentas possíveis para ser campeã algum dia. Seu grande problema parece ser o temperamento dentro de quadra, pois acaba se irritando muito com seus erros. Se ela conseguir superar isso, é uma tenista formidável e que vale essa aposta.


Aryna Sabalenka despacha Monica Niculescu no jogo de abertura de Wimbledon  - Surto Olímpico

US Open

Talvez o evento mais difícil de se decidir um vencedor, visto que ainda faltam meses para ser realizado – acontece entre o final de agosto e o início de setembro – e até lá muita coisa pode acontecer. Dentre os competidores masculinos, acreditamos que os finalistas da edição passada são os favoritos para repetir a final. Ou seja, olhando hoje, não é nada impossível uma reedição do grande embate de 2021 entre Djokovic e Medvedev onde qualquer um dos dois poderia sair com a vitória.

No entanto, vamos novamente ousar um pouco na brincadeira e apostar na conquista de Alexander Zverev. O alemão tem se mostrado cada vez mais amadurecido e acreditamos que 2022 possa ser finalmente o ano para ele se sagrar campeão de um Grand Slam.

Em 2021, Sascha teve um ano para lá de vitorioso e inesquecível. Foram seis títulos obtidos, sendo semifinalista do Aberto da França e do Aberto dos Estados Unidos, conquistando a medalha de ouro das Olimpíadas de Tóquio e no final do ano ainda teve tempo para vencer pela segunda vez o ATP Finals. Vamos ver se em 2022 o alemão seguirá voando.


Five Takeaways Nitto ATP Finals 2021 | ATP Tour | Tennis

Como estamos ainda bem longe da competição e já fizemos algumas apostas mais “ousadas”, para o título do US Open feminino vamos de uma tenista mais consolidada e que torcemos para que se recupere de seus problemas. Sendo assim, nossa aposta vai em Naomi Osaka conquistando seu 3º título do Grand Slam norte-americano.

Mesmo tendo sagrado-se campeã do Australian Open no início de 2021, a japonesa passou por um ano muito conturbado com problemas de saúde mental afetando seu desempenho e sua vida pessoal. Após alguns meses afastada do tênis e das competições, a atleta retornou aos treinamentos no fim do ano como preparação para a temporada de 2021.

Ainda achamos cedo para que ela consiga recuperar a forma e volte a causar um grande impacto no Australian Open, no entanto o US Open daqui há alguns meses será o cenário perfeito para essa retomada da estrela nipônica.


Osaka vence Azarenka e conquista pela segunda vez o US Open - Folha PE

Previsões da Equipe Casa do Tenista

Como mencionamos no início do texto, também perguntamos aos integrantes da equipe da Casa do Tenista as suas previsões pessoais para os campeões masculinos dos Grand Slams da temporada de 2022. Além de ser uma ótima brincadeira, será divertido no final do ano vermos como cada um de nós se saiu, quem acertou mais e quem errou feio.

Abaixo listamos a tabela com nossa equipe e suas respectivas apostas:

Equipe Casa do TenistaAustralian OpenFrench OpenWimbledonUS Open
CarolDjokovicNadalNadalDjokovic
DudaDjokovicNadalDjokovicNadal
FelipeMedvedevNadalDjokovicZverev
IvanDjokovicNadalBerrettiniSinner
RenanDjokovicNadalMedvedevTsitsipas
Rodrigo AvanciniDjokovicDjokovicMedvedevMedvedev
ViníciusDjokovicNadalMedvedevTsitsipas

Ficou perceptível a predominância de Djokovic sendo o vencedor do Australian Open e Nadal vencendo o French Open, sendo os dois últimos torneios os que mais dividiram a opinião da nossa equipe. Veremos quem acertará mais essas apostas.

Mas e vocês concordam com as nossas previsões? Apostariam de maneira diferente? Acham que algum tenista fora do nosso radar pode surpreender o mundo do tênis? Contem para nós através dos comentários do nosso texto ou em nossas redes sociais no Instagram ou em nosso Facebook.

Até a próxima, pessoal!

You might also like
Tags: , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , , ,

More Similar Posts

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Preencha esse campo
Preencha esse campo
Digite um endereço de e-mail válido.
Você precisa concordar com os termos para prosseguir

Menu
× Como posso te ajudar?